Barra do Governo Federal

Procurar no portal

Cinema e Audiovisual

O que faz

O profissional de Cinema e Audiovisual exerce o trabalho de pensar, desenvolver e realizar projetos no campo audiovisual, através da compreensão ampla de todas as etapas do processo cinematográfico: criação, produção e realização. Isso dentro de uma perspectiva estética, ética, política e cultural.

Ele atua em um contexto amplo: filmes para cinema, televisão ou novas mídias (como produção audiovisual para celulares e Internet). Pode ainda integrar o mercado audiovisual, trabalhando em distribuidoras ou salas de cinema. Uma área em expansão é a organização de mostras e festivais de cinema, na atividade de curadoria ou crítica.

Além de dominar as tecnologias, é necessário ter noções de planejamento e gestão, saber trabalhar em equipe e captar recursos. E não podem faltar leitura e reflexão, para que seja possível formular questões e propor novos conceitos no universo da imagem.

O que estuda

A integralização curricular do curso é variada e repleta de conteúdos que abordam a teoria e a prática. Os primeiros passos resumem-se ao estudo de fundamentos gerais, em disciplinas como Realização e Fotografia e Iluminação.

O intercâmbio com outras áreas de Ciências Humanas e Sociais se dá através do contato com campos como Comunicação, Estética e História da Arte. Já nos semestres seguintes, o futuro cineasta coloca “a mão na massa”, estudando Edição e Montagem, Mídias Digitais, Som e Produção.

Consta ainda no currículo a experiência de estágio não curricular, supervisionado e com o objetivo de aprendizagem. O trabalho de conclusão de curso pode ser uma monografia de cunho científico ou uma produção experimental, acompanhada de justificativa.

Área de atuação/Mercado de trabalho

As funções para o profissional de Cinema e Audiovisual são diversas. O diretor ou realizador é o “pai” da obra cinematográfica, responsável por criar a orientação artística, gerenciar e supervisionar as filmagens. O roteirista é responsável por criar o documento que descreve na forma escrita a produção audiovisual, contendo narrativa, diálogos e diretrizes de câmera.

A produção consiste no gerenciamento de tudo que envolve o processo cinematográfico, desde a concepção da ideia até a distribuição do filme. Já o diretor de fotografia fornece as orientações técnicas de como transpor o roteiro em imagens, indica as melhores maneiras de captá-las e examina as locações.

O campo da edição inclui a montagem, que utiliza suporte tecnológico para selecionar, ajustar e ordenar as imagens na sequência desejada, e o som, atividade em que são selecionados e harmonizados diálogos, efeito sonoro e música. Todas as funções acima podem ser exercidas em outras mídias, como televisão, Internet e até celulares.     Além disso, são promissoras as áreas de pesquisa acadêmica sobre cinema, bem como a documentação e restauração de acervos cinematográficos. Órgãos públicos, como agências reguladoras, instituições de incentivo à cultura, universidades e centros culturais, também são potenciais empregadores.

Como é o curso na UFC

A graduação em Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Ceará deu início às suas atividades em 18 de fevereiro de 2010. São ofertadas 40 vagas, com entrada única no primeiro semestre. O curso é composto de oito semestres e funciona em horário integral, provisoriamente na sede temporária do Instituto de Cultura e Arte da UFC. Assim que as instalações estiverem concluídas no Campus do Pici, o curso irá se transferir para lá.

Mais sobre o curso

Cinema e Audiovisual - Fortaleza

Créditos

© 2017 Secretaria de Tecnologia da Informação/Divisão de Portais Universitários Ir para o topo