Barra do Governo Federal

Procurar no portal

Nutep celebra 30 anos com promoção de encontro científico e homenagens

Imagem: Representando o reitor Henry Campos na cerimônia, a pró-reitora de Extensão, Profª Márcia Machado, enalteceu a atuação do Nutep (Foto: Osvaldo Junior)A trajetória do Núcleo de Tratamento e Estimulação Precoce (Nutep) da Universidade Federal do Ceará, que completa 30 anos em 2017, foi celebrada na noite dessa quinta-feira (9) com a abertura do Encontro Científico sobre Recentes Avanços em Intervenção Precoce e Reabilitação, realizada no Hotel Gran Mareiro, em Fortaleza.

O trabalho do projeto de extensão da UFC, que hoje conta com equipe com mais de cem profissionais de diversas áreas da saúde, foi compartilhado no evento através da veiculação de vídeo institucional e da apresentação de crianças com transtorno do espectro autista (TEA) e paralisia cerebral no Coral do Nutep, em um número que emocionou o público presente.

Representando o reitor Henry de Holanda Campos na cerimônia, a pró-reitora de Extensão, Profª Márcia Machado, enalteceu a atuação do Núcleo. "Hoje a UFC se orgulha muito de ver no Nutep um dos maiores e mais antigos projetos de extensão. Acreditamos também que o poder público tem a responsabilidade de nunca deixar um serviço como esse parar, porque a comunidade precisa desse trabalho, que é muito humano", declarou a pró-reitora, lembrando, ainda, o importante papel do projeto na formação de estudantes da UFC e de outras instituições.

HISTÓRIA DE LUTA – Diretor do Núcleo, o Prof. Lucivan Miranda descreveu uma "história que se escreveu pelo esforço de muitas mãos, que muitas vezes sangraram e enxugaram lágrimas. A luta diária dos profissionais que formam a equipe do Nutep, na maioria das vezes, não é conviver com alegrias, dar boas-novas. Escolhemos lidar com a diferença, a diversidade, o imprevisível, a dor. E, assim, vamos aprendendo a dosar o sofrimento", confessou.

Confira matéria da UFCTV sobre o trabalho realizado pelo Nutep:

HOMENAGENS – Quatro personalidades foram escolhidas para serem homenageadas pelo Nutep a partir do reconhecimento de ações estabelecidas ou de ligação direta com o Núcleo. O Prof. Sulivan Mota, fundador do Núcleo, foi um deles. Em discurso emocionado, estendeu o agraciamento à equipe e a mães, pais e crianças atendidas. Para o docente, "o sentimento de estar no Nutep é o de vê-lo como uma casa de ciência, de tecnologia, de humanismo e, sobretudo, de espiritualização. Quando vejo as crianças atendidas, é que reconheço a grandeza dessa casa".

A pediatra Angelita Aníbal de Castro foi homenageada como representante da equipe. "A importância do Nutep como instituição se destaca pelo acompanhamento de todas as nossas crianças e suas famílias, mas também é indiscutível a importância do núcleo para nossa vida profissional e pessoal", afirmou.

A primeira-dama de Fortaleza, Carolina Cunha Bezerra, reconhecida pela articulação do Programa Cresça com Seu Filho, da Prefeitura de Fortaleza, também foi uma das agraciadas com a homenagem. Grata às equipes do Nutep e da UFC, que contribuíram para a elaboração do programa municipal, Carolina Bezerra disse ver "que Fortaleza e o Estado do Ceará estão no caminho certo, porque estamos de mãos dadas na luta pela primeira infância".

Onélia Leite Santana, primeira-dama do Estado, revelou "um forte sentimento de gratidão e trabalho realizado" ao receber a homenagem. Ela esteve à frente da articulação com o Nutep para formar, em todas as 19 policlínicas do Ceará, equipes multiprofissionais de saúde para o atendimento a crianças com risco de apresentar ou que já apresentem transtornos do desenvolvimento neuropsicomotor. O resultado da parceria também foi enaltecido pelo governador Camilo Santana, presente na cerimônia. "Eu quero parabenizar o Nutep porque abraça crianças com deficiências, filhas de pais e mães pobres, pessoas que precisam do braço operacional do poder público. E é para esse público que as políticas têm que existir", defendeu.

A Profª Rita Brasil, presidente do projeto, falou em nome da "família Nutep" para agradecer aos diretores e equipes das policlínicas que contam com núcleos de estimulação precoce, já que "plantaram a semente de esperança para crianças e famílias assistidas hoje em todo o Estado do Ceará".

O Encontro Científico sobre Recentes Avanços em Intervenção Precoce e Reabilitação do Nutep segue até sábado (11) com programação de palestras, conferências e mesas-redondas voltadas para profissionais de saúde que atuam com crianças de zero a 12 anos com risco de apresentar ou que já apresentem transtornos do desenvolvimento neuropsicomotor, dentre eles paralisia cerebral, transtorno do espectro autista (TEA) e síndrome congênita do zica vírus (SCZV).

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC – fone: 85 3366 7331

Créditos

© 2017 Secretaria de Tecnologia da Informação/Divisão de Portais Universitários Ir para o topo