Barra do Governo Federal

Procurar no portal

Engenharia Civil

O que faz

Profissional-chave no desenvolvimento, o engenheiro civil tem como atribuição estudar formas eficientes de construir. Com isso, ele atua no projeto de pontes, viadutos, barragens, edifícios, rodovias, estradas, dentre outras obras. Suas atividades começam antes da realização dos trabalhos, com o estudo dos solos das futuras instalações, análise de materiais e equipamentos a serem utilizados e definição de cronograma. Segue durante a construção, com a supervisão e definição dos esquemas de edificação e até mesmo após, com os serviços de manutenção da infraestrutura, gerenciamento de ocupação e reformas. Cabe ao engenheiro especificar as redes de instalação elétrica, hidráulica e de saneamento, calcular os gastos, os efeitos das intempéries sobre os materiais e realizar ações que garantam a segurança nos canteiros de obra. Outros campos para o graduado é o desenvolvimento de materiais, além de assistência técnica, consultoria e avaliações.

O que estuda

Computação, Matemática, Física e Química. Esses são os principais aliados nos estudos da Engenharia Civil. Essencial para a realização de projetos, a Engenharia desenvolve seus trabalhos com foco tanto em elementos técnicos – como a definição do tipo de fundação a ser realizada – quanto ambientais, como a pesquisa dos solos e sub-solo, a circulação das águas subterrâneas ou de superfície e a incidência da luz solar e do vento. Após a graduação, o profissional pode escolher uma área de especialização, como: Construção Urbana (projeto, construção e reforma de edifícios); Estruturas e Fundações (projeto e construção de estrutura e fundações para as edificações); Hidráulica e Recursos Hídricos (projeto e construção de barragens, canais e eclusas; instalações hidráulicas para a produção de energia elétrica, sistemas de irrigação e drenagens e estações de bombeamento de água); Saneamento (planejamento e construção de redes de captação e distribuição de águas e estações para tratamento de água e de esgotos), dentre outras.

Área de atuação/Mercado de trabalho

Termômetro da economia, a Engenharia Civil está em alta no País, principalmente nas regiões Norte e Nordeste, apesar das crises mundiais. Com a retomada das obras de infraestrutura (estradas, ferrovias, redes de saneamento, pontes etc.) – tanto de construção quanto de modernização – em decorrência do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal, o setor vive um bom momento. O resultado? Mais vagas de trabalho. Falando nisso, o engenheiro civil pode atuar em escritórios de construção civil, indústrias e construtoras. Além de edificar casas, pode atuar em bancos de desenvolvimento e investimento, em empresas de informática e até mesmo em funções administrativas, como administração e direção. Campos em ascensão: as especializações em segurança, proteção e restauração. Outros campos promissores são a manutenção, o controle de qualidade, o transporte, a geotecnia (ramo da Geologia e da Engenharia Civil que lida diretamente com o solo), a hidráulica e saneamento e o de projetos e estruturas. Há oportunidades ainda em estatais, em indústrias automobilísticas e aeronáuticas.

Como é o curso na UFC

O primeiro vestibular para o curso de Engenharia Civil na UFC foi realizado em fevereiro de 1956. Atualmente, é ofertado em Fortaleza, com 120 vagas para turma única. Para a graduação, é necessário o cumprimento de 10 semestres. O curso é diurno e, em Fortaleza, integra a unidade acadêmica Centro de Tecnologia, no Campus do Pici.

Mais sobre o curso

Engenharia Civil - Fortaleza

Créditos

© 2017 Secretaria de Tecnologia da Informação/Divisão de Portais Universitários Ir para o topo