Barra do Governo Federal

Procurar no portal

Enfermagem

O que faz

Cuidar das pessoas. Essa é a atividade básica do enfermeiro. Personagem essencial no tratamento de pacientes, ele atua na supervisão do estado de saúde – tanto física quanto psicológica – e da condição dos doentes (higiene, alimentação, administração de medicamentos, aplicação de curativos) em hospitais, clínicas, casas de repouso, postos de saúde ou, até mesmo, nas residências dos próprios pacientes, o chamado home care.

Ele pode atuar no acompanhamento de pessoas idosas em clínicas geriátricas e de pessoas com problemas mentais. Pode trabalhar na área administrativa – no planejamento do setor em que trabalha – e na coordenação de equipes de profissionais de enfermagem, auxiliares e técnicos. Os graduados na área exercem também atividades em serviços de saúde e promoção do bem-estar coletivo, na orientação sobre higiene e vacinação.

Saúde da família é alvo de suas atenções, desde a assistência a gestantes, pré-natal e auxílio na hora do parto, até o acompanhamento do desenvolvimento das crianças. Atuam na orientação sobre planejamento familiar e prevenção de doenças. Os enfermeiros participam de equipes de resgate e salvamento e prestam atendimento ambulatorial em empresas e indústrias, além de trabalharem em laboratórios farmacêuticos, clínicas especializadas, creches, escolas. Também podem seguir a carreira de docente ou pesquisador em universidades.

O que estuda

O futuro enfermeiro vê na Universidade disciplinas comuns aos profissionais de saúde, como Anatomia e Fisiologia Humana, Bioquímica, Microbiologia, Imunologia, Parasitologia, Farmacologia, entre outras. O processo saúde-doença e políticas públicas também são estudados.

O graduando ainda adquire conhecimentos em áreas das Ciências Humanas, como Antropologia, Psicologia e Sociologia. Baseada em atividades teóricas e práticas, a Enfermagem conta com a experiência de um Treinamento Rural Universitário e Ação Comunitária, em que os alunos realizam um estágio em uma cidade do interior do Estado.

Após a graduação, o enfermeiro pode especializar-se em diversas áreas, como Neonatologia, Enfermagem Obstétrica, Enfermagem em Cuidados Intensivos (UTI) e Saúde da Família.

Área de atuação/Mercado de trabalho

Apesar de não ser a única, a área hospitalar ainda é a maior empregadora dos graduados em Enfermagem. Um campo muito procurado e em alta é a saúde pública, em programas de saúde da família e emergência. Boas oportunidades na enfermagem obstétrica, uma vez que o profissional está habilitado a realizar partos, e na assistência domiciliar (home care), em função do aumento da população idosa.

Nas demais áreas de trabalho existem opções como as enfermagens: médico-cirúrgica, pediátrica, psiquiátrica, de resgate, do trabalho, de saúde pública; além da realização de assessoria e consultoria. Há possibilidade na área acadêmica. Os enfermeiros podem trabalhar em laboratórios farmacêuticos, empresas de produtos hospitalares e equipes de vigilância sanitária. Locais de trabalho são hospitais, ambulatórios, clínicas, casas de repouso, postos de saúde, empresas, indústrias, escolas, creches, dentre outros. É possível atuar como autônomo.

Como é o curso na UFC

O curso de Enfermagem da Universidade Federal do Ceará iniciou seu funcionamento em 1º de março de 1976. Atualmente, oferece 80 vagas, sendo 40 para o primeiro semestre e 40 para o segundo. Conta nove semestres e é diurno.

Mais sobre o curso

Enfermagem - Fortaleza

Créditos

© 2017 Secretaria de Tecnologia da Informação/Divisão de Portais Universitários Ir para o topo