Barra do Governo Federal

Procurar no portal

UFC passa a contar com Colégio de Estudos Avançados; entenda a novidade

Imagem: A reunião do Consuni realizada em 29 de abril também foi marcada pela criação do CEA (Foto: Jr. Panela/UFC)O Conselho Universitário aprovou, no último dia 29, a criação do Colégio de Estudos Avançados (CEA), órgão vinculado à Escola Integrada de Desenvolvimento e Inovação Acadêmica (Eideia), que pretende estimular atividades, programas e projetos avançados de ensino, pesquisa e extensão. O Colégio deve privilegiar propostas de natureza interdisciplinar e promover o intercâmbio entre a Universidade Federal do Ceará e outras instituições.

Leia mais: Conheça os efeitos do Colégio de Estudos Avançados na UFC

O CEA tem como referência o Instituto de Estudos Avançados da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, criado em 1930. O Instituto foi estruturado com base em dois princípios: um corpo de pesquisadores de altíssimo nível, selecionado apenas por sua capacitação técnica; e pesquisa movida exclusivamente pela curiosidade de conhecimento, sem qualquer expectativa de atingir metas pré-estabelecidas. Uma terceira característica era a diversidade de áreas pesquisadas, abordando desde História da Arte a Física Quântica.

Como resultado, o Instituto de Estudos Avançados já gerou, ao longo dos anos, 33 laureados com Prêmio Nobel e 41 com a Medalha Fields (conhecida como o "Nobel dos matemáticos"). O modelo inspirou várias universidades do mundo a criar seus institutos de estudos avançados (ou altos estudos, como também passaram a ser chamados). No Brasil, diversas instituições criaram suas unidades a partir desse conceito, a exemplo da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

O projeto da UFC foi elaborado por um grupo de trabalho liderado pelo Prof. César Barreira, com a participação dos professores Luiz Antônio Maciel, Maria Naiula Monteiro, Regnoberto Marques de Melo Júnior, Ricardo Bezerra, José Soares Andrade Júnior e Fernanda Abreu Coutinho.

A ideia de criar uma estrutura desse tipo na UFC, no entanto, está completando 20 anos, como lembrou o Prof. Lindberg Gonçalves, diretor do Campus de Russas. O professor foi Pró-Reitor de Pesquisa na época em que essa possibilidade foi levantada.

Imagem: O Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Prof. Antônio Gomes, foi o relator do projeto do CEA no Consuni (Foto: Jr. Panela/UFC)MODELO NA UFC – Pelo projeto aprovado no Consuni, o Colégio deverá fortalecer intercâmbio de professores, pesquisadores, técnicos e estudantes; integrar e reforçar linhas de pesquisa e projetos inovadores com alta potencialidade de gerar redes de conhecimento.

Também deve promover pesquisas, cursos, eventos congêneres em articulação com as unidades acadêmicas e demais órgãos da Universidade, bem como divulgar a produção acadêmica resultante desse trabalho e estabelecer um centro de informações, mantendo banco de dados, redes de informação e arquivos relativos a projetos e atividades ligados ao CEA.

O Colégio não terá quadro permanente de pesquisadores. A vinculação de seus docentes durará enquanto eles estiverem exercendo atividades nos programas e projetos. Ele será composto de um Conselho Deliberativo, um Conselho Consultivo e a Diretoria.

O Conselho Deliberativo será responsável por aprovar o programa de atividades anuais e os projetos plurianuais e deliberar sobre a celebração de convênios, acordos de cooperação e projetos de extensão, além de indicar diretor e vice-diretor do Colégio.

O Conselho será composto por oito membros, dos quais haverá um representante da sociedade civil, sem vínculo com a docência; um de entidade de fomento ao ensino, pesquisa e inovação; e um do corpo discente matriculado em programa de doutorado da UFC. O presidente do Conselho será o Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação.

Já o Conselho Consultivo tem a missão de emitir pareceres a projetos e propostas encaminhadas ao CEA e deve ser formado por nomes de projeção acadêmica e científica nacional e internacional, preferencialmente externos à UFC. Já o diretor e vice serão nomeados pelo Reitor, a partir da indicação do Conselho Deliberativo, dentre os professores titulares e associados em atividade, com mandato de dois anos.

Fonte: Prof. Antônio Gomes, Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação – fone: 85 3366 9943

Créditos

© 2017 Secretaria de Tecnologia da Informação/Divisão de Portais Universitários Ir para o topo