Barra do Governo Federal

Procurar no portal

Bolsas de iniciação científica e tecnológica: indicação de bolsistas ocorre até hoje (10)

Imagem: Gráfico com os números de bolsas PIBIC e PIBITI na UFC durante os últimos anosO Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) anunciou, em dezembro último, uma recomposição das bolsas de iniciação científica e tecnológica dos programas PIBIC e PIBITI. Na recomposição, a UFC recebeu 116 cotas de bolsas para o PIBIC e três cotas para o PIBITI. As bolsas foram disponibilizadas para implementação na plataforma Carlos Chagas no dia 3 de janeiro de 2017. Após essa concessão adicional, o programa PIBIC passa a ter 948 cotas, o que significa uma redução de 6% em relação a 2015. Já o programa PIBITI passa a ter 43 bolsas (com aporte de 15 bolsas do CNPq e 27 bolsas da FUNCAP), o que representa um crescimento de 115% em relação a 2015.

Esses programas haviam sofrido cortes significativos em 2016 em comparação a 2015. Conforme anunciado na época pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG), o CNPq concedeu à UFC, em 2016, um total de 462 bolsas para o PIBIC (corte de 22% em relação a 2015, quando foram disponibilizadas 595 cotas) e 12 para o PIBITI (corte de 54% em relação a 2015, quando foram disponibilizadas 22 bolsas). Considerando-se a situação de dezembro de 2016, a distribuição percentual por área de conhecimento das bolsas PIBIC está mostrada na figura acima (clique na imagem para ampliar), em que são comparados os anos de 2015 e 2016.

NOVAS COTAS – As novas cotas serão distribuídas para os projetos seguindo rigorosamente a ordem de classificação dada pela pontuação e os critérios de distribuição de cotas pactuados no Edital PIBIC 2016/2017. Os orientadores contemplados serão comunicados ao longo da semana para que confirmem as indicações dos bolsistas. Para que os estudantes tenham a bolsa implementada ainda em janeiro, o prazo de indicação dos bolsistas é até o dia 10 de janeiro; se esse prazo não for cumprido, a bolsa será implementada apenas em fevereiro.

Segundo a PRPPG, esse aporte de cotas permitirá atender aos projetos aprovados na prioridade 4, bem como destinar a segunda bolsa aos projetos mais bem classificados da prioridade 2.

A Pró-Reitoria destaca que somente serão contemplados os orientadores que tinham preenchido as cotas indicando bolsistas voluntários, conforme consta no item 8 do Edital PIBIC 2016-2017, que, em um de seus tópicos, estabelece o  seguinte: "As bolsas ociosas ou não aceitas em um período de 3 meses serão devolvidas automaticamente à Coordenadoria de Pesquisa da PRPPG".

A PRPPG disponibilizará, para conhecimento da comunidade acadêmica, um relatório completo da distribuição de bolsas de iniciação científica e tecnológica por área de conhecimento e unidade acadêmica tão logo seja concluído o processo de indicação dos bolsistas.

MOBILIZAÇÃO – A UFC, por meio da PRPPG, atuou de forma articulada e intensa com entidades científicas, comitês e fóruns no sentido de reivindicar que os cortes das bolsas de iniciação científica fossem revertidos, por entender que o PIBIC é um programa basilar de formação acadêmica no País. Esse programa tem contribuído de forma efetiva para a promoção da cultura da pesquisa na graduação e estimulado os jovens universitários a prosseguirem em seus estudos de pós-graduação, buscando carreiras ligadas à pesquisa científica e tecnológica.

Leia também: Fórum de Pró-Reitores divulga nota em defesa de programas de iniciação científica

Fonte: Prof. Antonio Gomes, Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação – fone: 85 3366 9943

Créditos

© 2017 Secretaria de Tecnologia da Informação/Divisão de Portais Universitários Ir para o topo