Barra do Governo Federal

Procurar no portal

Tese defendida na França sobre o MAUC é apresentada em Fortaleza nesta quarta (5)

Imagem: Foto da fachada do MAUCTese de doutorado defendida na Université Paris 1 Pantheon-Sorbonne (França) sobre o Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará (MAUC) será apresentada ao público nesta quarta-feira (5), a partir das 13h30min, no auditório do MAUC (Av. da Universidade, 2854, Benfica). O evento é aberto ao público.

O trabalho é da historiadora Carolina Ruoso, que buscou compreender como o Museu de Arte da UFC tornou-se uma "Casa de Marimbondos". Para construir essa explicação, a pesquisadora trabalhou com 50 anos de trajetória (1961-2011) do MAUC, partindo da intriga sobre os modelos de museu em disputa no fim do século XX, na cidade de Fortaleza e, também, sobre as controvérsias em torno de sua memória.

A tese foi organizada, segundo a autora, com uma "narrativa em Nove Tempos para Nove Atlas, procurando analisar esta Casa de Marimbondos de dentro para fora, tomando-a pelo avesso, a contrapelo". Por essa razão, o estudo apresenta o MAUC através dos seus bastidores, observando suas características e movimentos próprios. "Entendemos que um museu Casa de Marimbondos está atravessado por silenciamento, ao mesmo tempo que desenvolve práticas comunitárias e colaborativas que foram constituidoras da sua trajetória, contribuindo para a elaboração conceitual ampla dos seus processos curatoriais", explica a historiadora.

Em sua tese, são desdobrados aspectos conceituais que justificaram a criação do MAUC, através de uma leitura da circulação de saberes, obras de arte e exposições, bem como de uma cartografia das redes de relações mobilizadas pelo Museu através do seu programa estrutural.

"Investigamos as possibilidades de criação artística no espaço físico do Museu e as dimensões de colaboração propostas pela instituição no que se refere à feitura de exposições e obras de arte, e procuramos identificar as formas de ver e de ser dos visitantes no MAUC, através do olhar dos fotógrafos de vista de exposição", complementa Carolina Ruoso.

Fonte: Museu de Arte da UFC – fones: 85 3366 7480 e 3366 7481

Créditos

© 2017 Secretaria de Tecnologia da Informação/Divisão de Portais Universitários Ir para o topo