Barra do Governo Federal

Procurar no portal

UFC lidera esforços para criação de rede estadual de combate ao Aedes aegypti

Imagem: O encontro teve a participação de representantes do poder público, na Reitoria (Foto: Ribamar Neto/UFC)A Universidade Federal do Ceará está liderando esforços para a criação de uma rede estadual de combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Na manhã de segunda-feira (17), foi realizada uma reunião com  secretarias e órgãos estaduais e municipais para apresentar o programa Aedes em Foco, encampado pela UFC.

A expectativa é que o Governo do Estado analise a viabilidade de apoiar o programa, com aplicação em todos os municípios, especialmente através de escolas públicas.

O Aedes em Foco é coordenado pela Pró-Reitora de Extensão, Profª Márcia Machado. O programa foi apresentado pelos professores Henrique Pequeno, do Instituto UFC Virtual, e Chico Neto, coordenador-adjunto de Comunicação Social e Marketing Institucional da Universidade. Os professores Ivo Castelo Branco, coordenador do Núcleo de Medicina Tropical da UFC, e Luciano Pamplona, vice-coordenador do Mestrado em Saúde Pública, também compareceram à reunião.

Membros do Comitê Gestor Estadual de Políticas de Enfrentamento a Dengue, Zika e Chikungunya, da Secretaria das Cidades, da Secretaria de Planejamento (Seplag), da Secretaria Estadual da Educação (Seduc) e da Célula de Vigilância Ambiental e Riscos Biológicos da Prefeitura de Fortaleza estiveram no encontro.

O escritório do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) em Fortaleza, a Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece), a Associação Cearense de Emissoras de Rádio e Televisão (ACERT) também enviaram representantes.

"Estamos tentando integrar o Poder Público, através das secretarias de Saúde, da Educação e das Cidades, ao projeto para atuar de forma imediata e a longo prazo no combate ao mosquito", salienta Márcia Machado. Segundo ela, o projeto foi levado ao Governador do Estado, Camilo Santana, que está considerando a viabilidade de apoiá-lo. "A ideia é criar uma brigada, uma rede. O programa reforça essa relação entre a Universidade e a gestão pública, integrando também a comunidade nesse combate", afirma.

O Aedes em Foco reúne um aplicativo, que permite ampliar, por meio da participação da população, os dados de georreferenciamento sobre os focos do mosquito, uma revistinha educativa, um jogo eletrônico e um curso de formação em ensino a distância. Caberá à UFC também analisar os dados que serão gerados pelo aplicativo. Para isso, a ideia é que seja criado um comitê de análise desse banco de dados, envolvendo epidemiologistas, estatísticos e alunos de mestrado e doutorado.

OUTROS ENCONTROS − No próximo dia 24, haverá outra reunião, desta vez com prefeitos e secretários da Saúde do Estado, na sede da Aprece, às 8h30min. "Será, neste momento, lançada a proposta. Veremos com eles quais municípios querem participar do programa", informa a Profª Márcia Machado.

Já na próxima quarta-feira (19), será feito um encontro com radialistas de todo o Estado na sede da ACERT, no qual o programa será apresentado aos comunicadores.

Márcia Machado acrescenta que também será buscada a parceria com a iniciativa privada. Uma reunião com empresários será agendada, trazendo representantes da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Ceará (Fecomércio), da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza (CDL) e da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC).

"Empresários relatam os problemas que as doenças causadas pelo mosquito têm trazido, porque muitos trabalhadores têm se ausentado do trabalho por terem contraído uma dessas doenças. É uma situação agravante, portanto, para a economia do Estado. Por essa razão, é preciso uma parceria bastante abrangente para que as pessoas se sensibilizem. E, para isso, é necessário ter recursos financeiros", complementa.

O aplicativo Aedes em Foco já foi lançado e se encontra disponível em www.aedes.ufc.br. Gratuito, o download pode ser feito para os sistemas Android e iOS.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC – fones: 85 3366 7331 e 3366 7938

Créditos

© 2017 Secretaria de Tecnologia da Informação/Divisão de Portais Universitários Ir para o topo